segunda-feira, 20 de junho de 2011

Poema - Inspiração Azul


Certa noite eu tive um sonho.
Sonhei com uma linda Flor Azul.
A flor era tão estranha e tão mística que me transmitia paz.
Ao contemplá-la ganhava tudo que já fora perdido
E me era acrescentado vida ao meu semblante.
Procurei incansavelmente a estranheza daquela flor
Sua celestial beleza e tranquilidade que seu odor me transmitia.
Ao aproximar-me de seu aroma voava aos céus
Mas ao retornar a terra seu peculiar rastro desaparecera.
Procurei toda minha existência a Flor Azul!

“E se você dormisse? E se sonhasse? E se, em seu sonho fosse ao paraíso e lá colhesse uma flor bela e estranha? E se, ao despertar, você tivesse a flor entre as mãos? Ah, e então?”


Priscila Hirotsu.
2011#

(Baseado na obra de Novalis, trecho retirado do romance Heinrich von Ofterdingen.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário