segunda-feira, 13 de junho de 2011

Poema - Nossa vida




Vejo uma multidão que está passando
E no meio dessa multidão uma vida
Essa vida vázia está chorando
Lágrimas sofridas de uma vida vivida

Uma vida invisível no meio da multidão
Pessoas indiferentes ao seu caminhar
Vidas convergindo numa mesma ilusão
Vivendo no mesmo mundo sem se falar

Mas momentos felizes cessam o seu pranto
A alegria da mortalidade em apenas viver
Satisfação nossa que se torna em espanto
Ver-se sozinho sua miserável vida morrer.

Priscila Hirotsu
2009#

Nenhum comentário:

Postar um comentário