terça-feira, 16 de agosto de 2011

Professores em greve essa luta também é nossa!



Nos últimos meses uma série de greves vem sendo decretadas no estado do Ceará. Primeiro, foram os professores da rede municipal em Fortaleza. Agora, mais recentemente, foi à vez dos professores do estado. Ambas reivindicam o cumprimento da Lei do Piso Nacional,  que  mesmo  tendo  sido  aprovada  pelo Congresso  Nacional  e  sancionada  pelo  ex-presidente, ainda é descumprida em grande parte do Brasil.A  situação  dos  professores  do  estado  ainda  é pior, uma vez que a proposta do Sr. Cid Gomes (PSB), governador do estado, é acabar com o Plano de Cargos e Carreiras da categoria. Um verdadeiro absurdo! Porém, vindo de Cid Gomes está  tudo dentro da normalidade, pois a preocupação do governador é tornar o Ceará um "paraíso”  para  industriais  e  empresários  à  custa  do sucateamento da educação e do aumento da quantidade de assassinatos de jovens no nosso estado.

Lembremos que apenas para a reforma do Castelão serão usados R$ 468,7  milhões.  Desse  total,  117,1  milhões  virão  do governo  estadual.  Na  UFC,  os  servidores  técnico-administrativos estão em greve há mais de 1 mês e  lutam,entre outras coisas, contra a privatização dos hospitais universitários  e  contra  o  congelamento  dos  salários imposto pelo governo  federal. No  IFCE, a  indicação dos profissionais é  realizar a greve.
Seja  no  ensino  básico,  médio  ou  superior,a educação  brasileira  é  tratada  com  descaso  pelos governos. Na verdade, estamos vendo agora os reflexos do corte de 3,5 bilhões de reais no orçamento da educação realizado no  início desse ano pelo governo  federal para honrar  o  pagamento  da  dívida  pública brasileira aos banqueiros e especuladores. Somente em  2010,  a dívida pública consumiu R$ 635 bilhões, ou seja, quase 4 vezes mais que os R$ 167 bilhões gastos com os servidores federais.
Reiteramos nosso apoio  à  greve dos trabalhadores da educação, pois sabemos que  para o processo de mudanças sociais e econômicas que o nosso país precisa, a luta por  uma educação de qualidade é questão central. Por  isso, defendemos  também:
- O  fim do pagamento da dívida pública ,contra os cortes de verbas e o investimento de 10% do PIB para a educação!
                                                              Agosto Rebelde  * Jornada Nacional de Lutas *Dia 18/08 concentração às 8h em frente a Assembleia Legislativa do Ceará (Av. Desembargador Moreira)


Tatiane Albuquerque.
 Presidente da União dos Estudantes Secundaristas da Região Metropolitana de Fortaleza e diretora de escolas públicas da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário