quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Poema - Combustão




Me aquece com a tua boca
Me faz qualquer coisa
Afasta de mim esse frio
Sobe e me esquenta com o teu corpo
Me queima com brasas em fogo
Ardentes beijos que me provocam arrepios.

Esta noite quero arder nas labaredas
Queimar alma, corpo e silueta
Arder nas chamas da paixão
Suar de calor entre braços e pernas
Apagar este fogo com libidos e espermas
Reacendendo este fogo com o poder da combustão.

Priscila Hirotsu.
10/2011#

Pela 20 .ª vez a ONU exige o fim do embargo a Cuba


            O Embargo – Um drama humanitário

 

O embargo econômico sobre Cuba foi aplicado em 1962 como resposta a desapropriação de terras de empresas americanas na ilha, e que se mantém durante quase 50 anos como medida para conter “a ameaça comunista”.
O bloqueio afeta bens de primeira necessidade como alimentação, saúde, transporte, desenvolvimento científico e higiene, atingindo diretamente a economia, já que os países que comercializam com Estados Unidos não podem importar para Cuba e nem Cuba pode exportar com outros países.
As privações causadas pela exacerbação do embargo causam danos alimentares, tecnológicos e de saúde pública para toda a população. A verdade, é que acontece um verdadeiro genocídio com o povo cubano, onde o bloqueio não faz restrições de credo, sexo ou idade, causando efeitos sociais e financeiros não só a Cuba, mas a todo o Caribe.
O objetivo declarado dos americanos para o embargo é promover a liberdade e soberania ao país, mas há contradições sobre os princípios de proteção e promoção dos direitos humanos é tão clara e evidente, que não fica dúvidas de que os EUA têm intenções próprias e não pretende favorecer o progresso e o avanço de Cuba.

A ONU e apoio de diversos países “contra o genocídio ao povo cubano”

É inegável solidariedade de vários países com a ilha, até mesmo a ONU se posicionou pela vigésima vez contra esse crime passivo que ocorre durante quase meio século, entretanto é incontestável o controle dos EUA nas diretorias da ONU que de certa forma influência os outros países votantes.
Organismos internacionais se solidarizaram com a luta de Cuba pelo fim do bloqueio. A Comunidade Caribenha (Caricom) denunciou que o bloqueio é um impedimento ao desenvolvimento do Caribe e não somente um castigo a Cuba. Na Assembléia da ONU, o representante do Caricom, George Talbot, disse que a segurança de Cuba e a sua recuperação após a passagem dos furacões estão comprometidas pelo bloqueio.

 O Movimento de Países Não Alinhados, que agrupa 118 países, também se pronunciou em favor de Cuba. O representante do movimento, o embaixador egípcio Maged Abdelaziz, afirmou que essa política dos Estados Unidos impõe obstáculos para a total realização dos direitos humanos do povo cubano
O Vaticano se pronunciou ativamente pela voz do papa João Paulo II, que também condenou publicamente o bloqueio durante suas visitas pastorais à ilha.
Existem várias entidades e organizações espalhadas pelo mundo que apóiam a soberania e a luta do população de Cuba, que graças a determinação do Estado cubano de suprir as necessidades primarias, reduzindo o preço dos alimentos, arcando com os custos nas áreas de educação, saúde e moradia. Cuba é   um exemplo cultural e de luta, não só econômica, mas também de auto-suficiência e soberania dos povos.

Resultados das votações na ONU.

Anos
A favor
contra
Abstenção
1992
59 
71 
1993
88 
57 
1994
101 
48 
1995
117 
38 
1996
137 
25 
1997
143 
17 
1998
157 
12 
1999
155 
2000
167 
2001
167 
2002
173 
2003
179 
2004
179 
2005
182 
2006
183 
2007
184 
2008
185 
2009
187 
2010
187 
2011
186 


         

“Seguiremos com essa batalha que colocará em evidência, mais uma vez, a necessidade de pôr fim não só ao bloqueio, mas ao sistema que engendra a injustiça em nosso planeta, dilapida seus recursos naturais e põe em risco a sobrevivência humana.”  FIDEL


*Algumas citações foram retiradas da Wikipedia e segue linkada no próprio artigo.




Ao usar este artigo, mantenha os links e faça referência ao autor:
HIROTSU, Priscila. Artigo: Pela 20º vez a ONU exige o fim do embargo a Cuba. João Pessoa, PB. Publicado 26/10/2011, em: http://www.gerandoletras.blogspot.com\