quarta-feira, 25 de abril de 2012

Gêneros Literarios

 01.  GÊNEROS E TRAÇOS ESTILÍSTICOS

a) OBSERVAÇÕES GERAIS

·         Três tipos de obras poéticas:
1)      O poeta desaparece deixando de falar, em vez dele outro personagem.
2)      Simples relato do poeta.
3)      Junção do primeiro tipo com o segundo tipo.


      b) SIGNIFICADO SUBSTANTIVO DOS GÊNEROS
Substantivo = Estrutura
·         Lírica: eu lírico/todo poema de extensão menor. Exemplos: poemas, contos ode, hino, elegia.
·         Épica: narrado onisciente (discurso indireto livre) /poema ou não de extensão maior. Exemplo: epopéia, romance, novela, conto.
·         Dramática: diálogos em geral/narrador observador. Exemplos: tragédia, farsa, comédia.
     
c) SIGNIFICADO ADJETIVO DOS GÊNEROS
OBS: ‘Não existe pureza de gêneros mo sentido absoluto.


OS GÊNEROS ÉPICOS E LÍRICOS E SEUS TRAÇOS ESTILÍSTICOS FUNDAMENTAIS

a) OBSERVAÇÕES GERAIS
·         Os gêneros épicos, líricos e dramáticos dependem da visão de mundo dos autores da obra, do estilismo geral da época, classismo, correntes históricas.
    
      b) O GÊNERO LIRICO E SEUS TRAÇOS ESTILÍSTICOS FUNDAMENTAIS
·         Subjetividade
·         Narrador Onisciente
·         Ritmidade e musicalidade
·         Distensão de tempo e espaço
c) O GÊNERO ÉPICO E SEUS TRAÇOS ESTILÍSTICOS FUNDAMENTAIS

·         Objetividade
·         Narrador onisciente
·         Personagens
·         Voz no pretérito


      03. O GÊNERO DRAMÁTICO E SEUS TRAÇOS ESTILÍSTICOS FUNDAMENTAIS
     
       a) OBSERVAÇÕES GERAIS
·         sujeito-objeto
·         Não oposição entre o sujeito-objeto, mas há uma valorização maior do objeto fazendo com que as vezes o sujeito desapareça

b) A CONCEPÇÃO DE HEGEL

·         O gênero dramático é aquele que reúne em si a objetividade da epopéia com o principio subjetivo da lírica.

c) DIVERGÊNCIAS DA CONCEPÇÃO AQUI EXPOSTA

·         A dramática não pode ser explicada como síntese da lírica e da épica
·         A ação apresentada por personagens que atuam diante de nós é um fato novo que não pode ser reduzido a outros gêneros.

d) TRAÇOS ESTILÍSTICOS FUNDAMENTAIS DA OBRA DRAMÁTICA PURA

·         Ausência de narrador
·         Tempo linear e sucessivo
·         A ação dramática se passa

e)      A CORRESPONDÊNCIA DE GOETHE E SCHILLER

·         Sobre o gênero drama (Goethe e Schiller):
1)      “O que sobre tudo salienta a exigência de um avançar ininterrupto” Goethe
2)       “Vive sobre a categoria da casualidade”. (Schiller).


f)       AS UNIDADES

·         Todavia, em que prevalece na seleção dramática é a necessidade de criar um mecanismo que, uma vez posto em movimento, dispensar qualquer interferência de um mediador, explicando-se a partir de si mesmo.
·         “Todas as partes são determinados pela idéia do todo, em quanto este ao mesmo tempo é constituído pela interação dinâmica das partes”. Aristóteles
·         Nesse sistema fechado tudo motiva tudo, o todo as partes, as partes o todo.


g)      O DIÁLOGO

·         Relacionamento e exposição de maneira compreensível , uma ação complexa e profunda, é o diálogo.
·        Pronome prevalece será o tu (vós etc).


h)      TEXTO DRAMÁTICO E TEATRO
·         É o palco que o atualiza e o concretiza, assumindo de certa formar através dos atores e cenários, as funções que na época era do narrado. (o narrador assume a forma de um palco)
·         O paradoxo da literatura dramática é eu ela não se contenta em ser literatura, já que virgula sendo incompleta, exige a complementação cênica.


i)        TEATRO E PÚBLICO

·                     O teatro, como representação, naturalmente dependem em escala ainda maior de um público presente e nesse fato reside uma das suas vantagens e força.

________________________________________________________________
         O texto a cima é um fichamento de um capítulo do livro "Gêneros Literários", achei interessantíssimo e quis compartilhar com todos, não tendo nenhum fim de plágio ou divulgação, infelizmente não tenho o nome do autor (juntamente com a bibliografia), podendo ser postada posteriormente.